Juristas questionam timing de votação que autorizou interpelar Bolsonaro por interferências na Petrobras

Sonia Racy

26 de fevereiro de 2021 | 00h40

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Adriano Machado/Reuters

Circula, entre juristas, questão relacionada aos últimos acontecimentos na Petrobras. Querem saber porque foi colocada em votação – e aprovada unanimemente pelos militares integrantes do conselho de administração – autorização para interpelar o presidente Jair Bolsonaro sobre alterações na empresa.

Por que a dúvida? Fato relevante emitido pela estatal – publicado quase que simultaneamente à reunião de quarta, quando se decidiu pelo pedido – informa que a medida já havia sido tomada pela própria Petrobras uma dia antes.

 Grande família 

A pandemia realmente revira vidas. Cresceu em 20% o número de brasileiros interessados em conhecer parentes distantes e a história de seus antepassados pelo site Family Search, de pesquisa de documentos.

Grande família 2 

O fenômeno se repete na conferência mundial de genealogia Rootstech– que começou ontem, online. Pela primeira vez sem cobrança da entrada de US$ 200, o evento tem 400 mil inscritos, sendo 20 mil apenas do Brasil, atrás apenas das inscrições dos EUA.

 Sem moderação?  

Diferente do que se possa pensar, dados do IPC Maps apontam recuo de 26,9% no gasto com bebidas alcoólicas em… 2020. Pois é, a pandemia impulsionou maior consumo com o isolamento, mas isso não refletiu nas vendas. Mas 2021 promete. Segundo Marcos Pazzini, responsável pelo estudo, a projeção é que esse tipo de consumo volte a subir.

Pressão  

Grupo de vários artistas segue pressionando a Funarte para receber o pagamento dos Prêmios RespirArte e Arte em Toda Parte, lançados em julho e agosto, respectivamente. Nas duas premiações, foram contemplados 2094 projetos de artistas de todo Brasil. A ideia era que os pagamentos fossem feito em caráter emergencial, por conta da pandemia.

A Funarte alegou em comunicado oficial que “tem se desdobrado” para realizar todos os pagamentos. E que dedicou cerca de R$ 37 milhões para os artistas e suas plateias. “Desde dezembro, já foram pagas 1,2 mil premiações”.

 Pressão 2 

O mesmo grupo quer saber quantos receberam e qual o critério utilizado pela Funarte para escolher quais dos artistas selecionados receberiam antes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.