Jurista que fará parecer para Lula defendeu negar registro a inelegíveis

Sonia Racy

18 de agosto de 2018 | 00h50

LULA. FOTO: DOUGLAS MAGNO/AFP

LULA. FOTO: DOUGLAS MAGNO/AFP

O trabalho de fazer a defesa eleitoral de Lula ficará por conta do ex-ministro do TSE Henrique Neves.

Detalhe: em fevereiro, em artigo no site Jota, ele argumentou que “quem incide em alguma inelegibilidade realmente não pode obter registro de candidatura”. No texto sob título “Incertezas eleitorais”.

Leia mais notas na coluna:

Caetano Veloso aprova outros candidatos, mas vai votar em Ciro Gomes

Candidatura de Lula tem ‘vida útil’ até início de setembro dias de vida útil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: