Juíza desaprova acordo do MPF e endurece pena de Silval Barbosa

Juíza desaprova acordo do MPF e endurece pena de Silval Barbosa

Sonia Racy

21 Dezembro 2017 | 01h20

SILVAL BARBOSA

SILVAL BARBOSA. FOTO: EUCLIDES OLTRAMARI JR/FUTURA PRESS

Selma Rosane Santos – juíza considerada a “Sergio Moro de saias” do Mato Grosso – não absorveu integralmente o acordo de colaboração feito pelo MPF em relação ao ex-governador Silval Barbosa.

Aplicou-lhe condenação de 13 anos e 7 meses por prática de crimes de organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Acordo de Janot
previa redução

O acordo feito pelo ex-procurador-geral Rodrigo Janot previa uma redução de dois terços das penas do ex-governador do MT.

Segundo a juíza, Silval colaborou pouco ou nada, apesar da “delação monstruosa”. Essa adjetivação foi usada recentemente por Luiz Fux.

Leia mais notas na coluna:

+ Sem prender réus da Lava Jato, Fachin fecha ano com Maluf

+ Vai Vai confirma patrocinador, homenageia Gil e mostra a fantasia para 2018