Joias da família

Joias da família

Sonia Racy

25 de agosto de 2012 | 01h01

MARCELO FAUSTINI

A beleza está no DNA de Maria Frering. Ela é filha da atriz Antonia Frering e neta de Carmen Mayrink Veiga. Aos 21 anos, será anunciada, amanhã, como nova it girlda Dior no Brasil. Maria foi educada em Londres, mas mora no Rio, onde estuda Economia na PUC. Se vai seguir carreira de modelo? A princípio, não. Prefere o mundo da joalheria. A moça falou com exclusividade à coluna.

Você já usava Dior?

Já tinha uma bolsa Lady Dior, que adoro, mas meu preferido é um par de ankle boots, que repito todos os invernos. Gosto muito de moda.

Por que não pretende investir na carreira de modelo?

Não é meu foco agora. Estou no final do terceiro ano de Economia. Preciso me concentrar nos meus estudos. Quando aparece algum trabalho interessante, eu faço, feliz. Acho divertido tirar fotos, contanto que não haja conflito com a faculdade, minha prioridade.

Algum conselho de sua mãe ou de sua avó antes de aceitar o convite da Dior?

Gosto de ter minha independência e tomar minhas próprias decisões. Conversei bastante com a minha mãe antes de aceitar o convite e ela disse que apoiaria a decisão que eu tomasse.

O contrato é de quanto tempo? Pode falar em valores?

Não existe um contrato com valores. Recebi um convite para representar a new generation da Dior durante o ano e estou muito entusiasmada com a oportunidade de vivenciar o mundo da moda.

Que ações fazem parte do contrato com a grife?

Vou conhecer a maison, os ateliês, o Raf Simons (que é o diretor criativo) e todo o universo da marca. Além disso, irei aos eventos da maison e participarei da masterclass que acontecerá em São Paulo nos próximos dias 29 e 30, com o diretor de estilo da Dior. Ele vai falar sobre elegância e tendências para um grupo seleto de clientes na butique. Também devo assistir aos desfiles em Paris.

Após o curso de Economia, o que pretende fazer?

Quero trabalhar com joias, pois adoro o design das peças. Uma das oportunidades que terei será conhecer a Victoire de Castellane, responsável pela criação das joias Dior e considerada a designer número um no mundo. Pretendo, inicialmente, trabalhar com alguma joalheria que eu goste e, eventualmente, desenvolver minha própria marca.

Londres ou Rio?

Adoro as duas. Gosto da vida cultural que Londres oferece, mas prefiro o ambiente descontraído do Rio de Janeiro. O Brasil é onde me sinto em casa!/DANIEL JAPIASSU