Jogou a toalha

Redação

12 de agosto de 2009 | 07h40

Antônio Fagundes desistiu. Perguntado, em entrevista coletiva, sobre os motivos de abrir mão de patrocínio – via renúncia fiscal – para o monólogo Restos, foi taxativo: “Estou cansado de ser chamado de ladrão”.

E lamentou que os responsáveis pelas leis culturais no Brasil sequer vão ao teatro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.