Jogo aberto

Sonia Racy

11 de junho de 2015 | 01h02

Em jantar em sua homenagem anteontem, na casa de José Victor Oliva, em São Paulo, para falar de investimentos na Olimpíada do Rio, Eduardo Paes caprichou na hora de “vender o peixe” aos empresários. “Vamos mostrar que nem tudo no Brasil é Lava Jato, nem todo mundo rouba no Brasil.”

Destacou que o Rio está “atravessado de obras” sem um único escândalo e com todas a caminho de serem entregues no prazo. “Começamos num preço e terminamos no mesmo preço.”

Jogo 2

A plateia ficou atenta aos números mostrados pelo visitante: “O orçamento da Olimpíada é de R$ 30 bilhões, dos quais R$ 24 bilhões são para modernizar a cidade. Esta será a Olimpíada do legado”.

Seu segundo ponto: metade desse dinheiro é privado. E, no caso dos estádios, 60%. “Temos lá a maior PPP do Brasil.”