DNA brasileiro faz o sucesso de bolsas na Argentina

Sonia Racy

27 de outubro de 2019 | 00h37

PRISCILA IDALGO FOTO: IARA MORSELLI

O design de bolsas da Soleah, dirigida por Priscila Idalgo, foi a aposta da marca para entrar no mercado argentino. “O nosso diferencial está no design arrojado e mais refinado do que o da maiorias das bolsas e acessórios feitos em couro. Isso não é tão fácil de encontrar por lá”, explica Priscila.

O DNA brasileiro da marca também ajuda. Todo o material usado nas peças é made in Brazil – desde o imã das bolsas à pedra natural e ao próprio couro. “Temos o jeitinho brasileiro. Nossos artesãos sempre dão um jeito nas dificuldades. Além do córner em Buenos Aires a marca, que existe há 2 anos e meio, abre sua primeira loja própria, em novembro, no
shopping Iguatemi.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.