Je suis Cecil

Sonia Racy

30 Julho 2015 | 01h05

Famosos como Cara Delevingne, Juliette Lewis e Mia Farrow uniram-se aos internautas para condenar o dentista americano Walter Palmer por ter pago US$ 50 mil para caçar e matar o leão Cecil, na África. A página Justice for Cecil, recém-criada, já tem cerca de 11 mil fãs. E um crowdfunding, O Legado de Cecil, quer reunir fundos para erradicar as caçadas na África.

Cecil 2

O episódio esquentou a discussão sobre essa prática nos EUA. A animadora de torcida Kendall Jones – que tem um canal no YouTube e um reality show no qual mostra suas caças – também foi hostilizada nas redes com fotos em que aparece ao lado de animais mortos. A lista inclui leões, rinocerontes, búfalos e leopardos.