Je suis

Sonia Racy

27 Janeiro 2015 | 01h10

Essa Marco Feliciano perdeu: a Justiça paulista acaba de arquivar processo movido por ele, em 2013, contra o Porta dos Fundos, após o grupo postar vídeo de Natal que parodiava passagens bíblicas. O deputado federal acusou os humoristas de “ultraje a culto e impedimento ou perturbação de ato a ele relativo”.

Mas o MP entendeu que não houve ofensa à religião.