Jantar do bem

Sonia Racy

16 de agosto de 2010 | 23h01

“Todo ser humano consciente deve contribuir com esse projeto.” Com essas palavras, José Safra justificou sua presença e contribuição ao plano de modernização do Hospital Emílio Ribas, de R$ 30 milhões, apresentado domingo à noite no Figueira Rubaiyat.

O jantar reuniu mais de 400 convidados, obrigando os chefs e anfitriões David Uip, Paulo Renato Souza, Belarmino Iglesias e Carlos Alberto Pastore a suarem seus aventais na tentativa de acomodar a todos. Mas com o frio intenso e a demora, muitos não conseguiram ficar até o cafezinho. “O Uip vai ter que dar vacina contra gripe de graça para todos aqui”, brincou um convidado.

Uip criou a entrada –folhas verdes, com mussarela de búfala e presunto cru –, Paulo Renato e Sueli Pinotti fizeram o prato principal – bife de chorizo com risoto de açafrão – e Pastore, a sobremesa – torta mousse de limão. O cardápio foi considerado muito bom, mas a cozinha tive que improvisar para atender dois convidados que não comem carne vermelha: Vicky e José Safra. Saiu da cozinha um lombo de merluza com legumes.

Autoridades? Geraldo Alckmin chegou para a sobremesa, depois de ligação de José Aníbal garantindo a sua presença. Ao final do evento, os anfitriões ainda não sabiam quanto haviam arrecadado com as doações, Mas contabilizaram venda de mais de 100 livros sobre os 130 anos do hospital.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: