Janot deixa delação de Leo Pinheiro de fora das enviadas ao STF

Janot deixa delação de Leo Pinheiro de fora das enviadas ao STF

Sonia Racy

20 de setembro de 2017 | 01h10

LÉO PINHEIRO

LÉO PINHEIRO. FOTO: LUIS MACEDO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

No ultimo dia de seu mandato, Rodrigo Janot mandou a delação de oito executivos da OAS para o STF. Entre elas, não está a de Leo Pinheiro, ex-presidente da empreiteira.

E também não estão, segundo consta, as de outros 22 delatores da OAS.

Espera-se até que
procuradora tome pé

Fala-se em querer esperar Raquel Dodge tomar pé para ela tocar a parte mais importante do processo.

Vale registrar que a única foto sabidamente existente, de Lula no Guarujá visitando o famigerado triplex, foi clicada com Pinheiro ao lado.

Pinheiro entregou Lula e
pediu redução de pena

Pinheiro, em depoimento a Sergio Moro, em abril, declarou que o imóvel era uma forma de pagamento de propina ao ex-presidente. E em junho ele pediu redução de dois terços de sua pena por ter confessado que o ex-presidente Lula é o dono do imóvel no condomínio Solaris.

Leia mais notas da coluna:

+ Caso de chef no Rock in Rio traz à tona problema da agricultura artesanal

+ Procurador nega que houve erro ao não periciar áudio da JBS

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: