Jack Vartanian aposta no mercado de vinhos nacionais e abre bar de tapas dentro de loja

Jack Vartanian aposta no mercado de vinhos nacionais e abre bar de tapas dentro de loja

Sonia Racy

22 de maio de 2021 | 00h10

Jack Vartanian. Foto: Silvana Garzaro/Estadão

Jack Vartanian está reformando sua loja nos Jardins, que vai passar a funcionar como uma mistura de espaço de vendas de joias e bar de tapas, harmonizadas com rótulos de vinhos nacionais sob sua curadoria. “Vou concentrar todo meu lifestyle em um só local”, diz o joalheiro, que se interessa por vinhos desde 1992.

Nascido no Líbano, viajou desde cedo para diversos países acompanhando seu pai que era ourives. “Antigamente não era fácil comprar uma pedra como hoje”, lembra Jack. “Se quiséssemos um rubi, tínhamos que voar até o fornecedor na Ásia, por exemplo”. Todas essas viagens aguçaram em Jack o amor pela enogastronomia. Mas não se engane, ele gosta mesmo é de comida de verdade. “Esses pratos com espuma não me pegam”, brinca.

Como todo apaixonado por vinhos, o joalheiro rodou o mundo atrás de rótulos. Mas foi quando chegou, em 2014, a cidade gaúcha de Gramado, a caminho de Cambará do Sul, na companhia do filho, que se surpreendeu com um Pinot Noir da vinícola Lídio Carraro, descoberto em uma pequena loja especializada em vinhos brasileiros. Jack saiu dali com alguns exemplares, dando strat ao que seria uma longa jornada.

“O mercado de vinhos nacional é relativamente jovem e os brasileiros acabam tendo certo preconceito com a bebida, que é excelente em custo beneficio”, comenta. Sua adega Jack Vartanian – e-commerce de vinhos e azeites nacionais – foi inaugurada em novembro de 2020 e já esta dando frutos.

Além do site, Jack transformou uma casa no Butantan em seu hub. Lá ele concentra o marketing e recebe convidados para degustarem da sua adega, com direito a almoço acompanhado de vegetais colhidos da horta que mantém no local. /SOFIA PATSCH

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.