Já diria Newton

Sonia Racy

07 de outubro de 2014 | 01h04

Não colou, ontem, pelo mercado, a veiculação do nome de Murilo Ferreira como o escolhido do Planalto para mediar a interlocução entre Dilma e o empresariado.

Explicação simples: o presidente da Vale não teria como fazer as duas coisas ao mesmo tempo sem, com isso, prejudicar a empresa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: