Ivan Marques critica mudanças propostas no Estatuto do Desarmamento

Ivan Marques critica mudanças propostas no Estatuto do Desarmamento

Sonia Racy

01 Novembro 2018 | 00h40

Ivan Marques, do Instituto Sou da Paz, expressou preocupação à coluna sobre duas mudanças propostas para o Estatuto do Desarmamento.

A primeira delas é a diminuição da idade permitida para a posse de armas: de 25 para 21 anos. Segundo o diretor da ONG, a faixa etária na qual há mais mortes com armas de fogo no Brasil é justamente entre 16 e 24 anos.

A segunda é tirar o poder da PF de regular licenças para as armas. “A PF tem mostrado sua capacidade em trabalhar pela segurança pública no Brasil”, afirma.

Marques acredita que o estatuto precisa ser modernizado e implantado em sua totalidade. “Ninguém fala, mas é ele que ajuda a polícia a tirar as armas dos criminosos”, conclui.

Leia mais notas da coluna:
Haddad ‘tem condições de comandar’ cruzada do PT, diz cientista político
STF julga hoje pedido de deputado-presidiário