Itamaraty remapeia votação e manda ao exterior 680 urnas eletrônicas

Itamaraty remapeia votação e manda ao exterior 680 urnas eletrônicas

Sonia Racy

04 Outubro 2018 | 00h40


URNAS ELETRÔNICAS  PRONTAS PARA SEREM LEVADAS A SEÇÕES DO TSE
NO EXTERIOR. FOTO MRE

Uma parceria entre o Itamaraty e a Justiça eleitoral promoveu discretamente, nas últimas semanas, uma espécie de “reforma eleitoral”… fora do Brasil. Com base na atualização dos dados, as seções eleitorais instaladas no exterior foram remapeadas, para se fundir algumas com histórico de baixo comparecimento e com abertura de novas seções — no total, 33, em cidades onde há brasileiros e não há consulados.

Como resultado, existem agora no total 171 seções, para onde um pacote de 680 urnas eletrônicas já foram enviadas. Esse número, que é recorde, vai atender também a um número recorde de votantes — cerca de 500 mil, contra 350 mil na eleição presidencial anterior, em 2014.

Leia mais notas da coluna:
Bolsonaro ‘rouba’ de Alckmin tucanos mais escolarizados
Justiça do Uruguai solta doleiros envolvidos na Lava Jato