Itamaraty e MinC organizam primeira individual de Portinari em Roma

Itamaraty e MinC organizam primeira individual de Portinari em Roma

Sonia Racy

31 Janeiro 2017 | 12h07

REPRODUÇÃO ; /

REPRODUÇÃO / “O CAFÉ”, CÂNDIDO PORTINARI

Demorou mais de meio século — exatos 55 anos — depois de sua morte, mas finalmente o pintor brasileiro Cândido Portinari terá uma exposição individual em Roma. A iniciativa é um esforço conjunto do Itamaraty e do Ministério da Cultura e reúne 26 quadros, todos do acervo do Museu Nacional de Belas Artes, do Rio.

A mostra, na própria Embaixada do Brasil — no Palazzo Pamphili, na Piazza di Pasquino — abre no próximo dia 7 e vai até 22 de abril.

Como se trata da primeira individual do pintor, um dos maiores da história da arte brasileira, na capital italiana, a iniciativa reúne varias de suas obras centrais. Entre elas O Café (foto) e estudos preciosos de Portinari para o famoso painel Guerra e Paz, exposto na entrada da sede da ONU, em Nova York.