“Ironicamente, dá até saudade do governo do Geisel”, diz Bruno Barreto, sobre tratamento do governo ao audiovisual

Sonia Racy

24 de maio de 2020 | 00h50

BRUNO BARRETO

BRUNO BARRETO. FOTO: IARA MORSELLI/ESTADÃO

Bruno Barreto acredita que até durante o período da ditadura a cultura era mais valorizada. “Ironicamente, dá até saudade do governo do Geisel em se tratando do tratamento dado ao audiovisual”.

Entende também que a direção da Cinemateca deve ficar com quem entende dos aspectos técnicos, como restauração de filmes. “Acho que Regina (Duarte) tem boa vontade, mas não entende nada do assunto”, ponderou à coluna.

Temeroso do que possa acontecer com a instituição, Bruno enxerga a gestão da cultura pelo governo como “ignorante”. “Em um momento em que a demanda dos streamings por catálogos é grande e a produção está parada, a questão de preservação e restauração desse acervo é até econômica”, destaca.

Durante a quarentena, Bruno trabalha em roteiro para O Garoto de Ipanema, série sobre Tom Jobim.

Enxugar gelo

Natalia Pasternak, pesquisadora do ICB-USP, alerta para a atual falta de swabs no SUS – os cotonetes que fazem a coleta de buco na garganta e no nariz para testes moleculares da covid-19. “O Exército poderia produzir esse material em lugar de cloroquina que não tem comprovação científica”, sugere.

Gelo 2

A microbiologista alerta ainda para “o perigo” dos testes rápidos em farmácias. “Podem confundir”. É que o resultado não define se há ou não infecção ativa no ato da testagem.

Para alegrar

Gilberto Gil gravou versão de Soy Loco por Ti América para a campanha do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura.

Uma homenagem a trabalhadores que sustentam o abastecimento de alimentos na pandemia da covid-19. Carlinhos Brown também vai gravar.

Infância informada

O Youtuber-mirim Beny Fuks começou seu canal em abril mas já conseguiu nomes de peso para falar sobre… economia. Armínio Fraga, Pérsio Arida e Joaquim Levy são alguns dos nomes da lista.

Entre assuntos sérios, o menino, de 11 anos – que é filho do consultor financeiro Daniel Fuks–, também faz propaganda dos jogos eletrônicos criados pela avó.

Sem Fla-Flu

O projeto Despolarize – que busca garantir a convivência democrática por meio da mudança de comportamento nos diálogos – criou um filtro de Instagram, o Reflexões de Quarentena.

A ferramenta traz perguntas que podem ser postadas pelo usuário como forma de estabelecer conversas construtivas com os seguidores sobre o momento da pandemia.

Unidos

Mutirão de milhares de usuários do Twitter está bloqueando postagens de anunciantes da plataforma como forma de pressionar a administração do fórum a banir as contas de Olavo de Carvalho, Pastor Malafaia e Allan dos Santos. A alegação é de que eles propagam fake news e mensagens que estimulam o ódio entre seus seguidores.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: