Ironia fina

Sonia Racy

29 de abril de 2014 | 01h06

No dia em que o Senado analisa os nomes de candidatos a novo ministro do TCU, técnico fez as contas. Fernando Moutinho, um dos concorrentes, ganhou R$ 42,2 mil a mais no último ano por ter cargo comissionado.

Ironicamente, o próprio tribunal determinou: mesmo quem ocupa esse tipo de função deve receber salário dentro do limite imposto pela Constituição – de R$ 29,4 mil. A decisão acabou derrubada pelo Supremo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.