Irmãs modernizam brechó de ONG para gerar lucros

Irmãs modernizam brechó de ONG para gerar lucros

Sonia Racy

24 de setembro de 2017 | 00h49

Foto: Iara Morselli/Estadão

Isabel Pires Oliveira Dias Foz e Roberta Pires Oliveira Dias enxergaram um grande potencial no brechó beneficente da Obra do Berço – ONG da qual são voluntárias e que recebe peças usadas de closets poderosos. “O brechó existe há mais de 20 anos mas não era divulgado”, conta Roberta. “A tendência de sites de revenda de artigos de luxo na internet nos motivou a criar uma conta no Instagram no ano passado.” De lá para cá as moças triplicaram o número de vendas, começaram a mandar e receber mercadoria de outros Estados do Brasil e tornaram o negócio rentável. “Ainda não cobrimos o buraco desses anos de crise. Temos mais de 400 funcionários para remunerar todo mês. Mas estamos no caminho”, orgulha-se. Em tempo: hoje acontece o tradicional bingo em prol da ONG, na Casa Charlô, no Itaim.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: