Iphan faz campanha para fomento de comunidades com manifestações culturais registradas

Sonia Racy

14 de fevereiro de 2021 | 00h40

Na próxima semana, o Iphan lança campanha inédita em parceria com comunidades de todo o Brasil. Vão promover manifestações culturais registradas pelo instituto para incentivar a compra de produtos produzidos por essas comunidades. Quais? Instrumentos musicais, indumentárias, produtos alimentícios, biojóias, oficinas e aulas online. 

 Indígenas do Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro (AM), poetas da Literatura de Cordel, grupos do Teatro de Bonecos Popular do Nordeste e mestres do carimbó paraense são alguns dos participantes.  

 Do palco pra tela 

 A peça A Arte de Encarar o Medo se transforma em longa-metragem. Será o terceiro longa da Satyros Cinema, braço da Cia. de Teatro Os Satyros. O filme contará com elenco internacional e cenas filmadas em Portugal, Suécia, Cabo Verde, África do Sul, Senegal, Nigéria e Zimbábue, além do Brasil.  

 As filmagens do projeto – financiado pelo Proac – serão realizadas entre maio e junho. 

 Pelos animais 

 Felipe Becari promoveu arrecadação para resgate de animais pedindo doações em conta bancária própria. O advogado Tony Chalita esclareceu à coluna que isso é permitido. Segundo ele, pela própria essência da representatividade de um vereador. “O único problema seria de ordem criminal, independente de cargo ocupado, caso os recursos não cheguem de fato ao destino prometido”.

 

Tudo o que sabemos sobre:

iphanSatyrosProACfelipe becari

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.