Investidores desconfiam de nova bolha mundial

Sonia Racy

04 de junho de 2020 | 00h31

A prevista mudança de patamar dos mercados está acontecendo… antecipadamente. Ativos reais, cotados em bolsa, aceleram de preço impulsionados pela gigante liquidez de dinheiro.

Desconfia-se do início nova bolha pelo mundo.

Coerente com essa antecipação, há investidor se perguntando sobre a rapidez dos BCs, depois da pandemia, no necessário “enxugamento” de recursos colocados à disposição para neutralizar os efeitos econômicos da covid-19.

Dependendo dessa velocidade, segundo conhecido banqueiro, se dará o tamanho quer as bolhas atingirão.

Cofrinho

A OAB paulista e a Caixa de Assistência de Advogados de SP lançam linhas de crédito pessoal exclusivas para… advogados – por meio de parceria com o Bradesco.

Juros? A partir de 1,1% ao mês e dependendo das garantias dadas pelo credor, pode ser reduzido a 0,91% ao mês. Prazos? Variam conforme a modalidade escolhida – credito pessoal, veículos, investimentos – e começam com carência de 60 dias. O acesso poderá ser via celular.

De gole em gole

A quarentena mudou o consumo de bebidas? Na Ambev, o e-commerce e o delivery em março tiveram mais de 600 mil entregas – e subiu para 1 milhão em abril. O volume ainda é menor comparado aos canais tradicionais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.