Invasão urbana

Sonia Racy

24 de março de 2011 | 23h07

 Desde o momento em que tomou conhecimento da autorização que Marcos Cintra deu para a JHSF fazer estudo da viabilidade econômica de terreno do Itaim, Marcelo Mattos só pensa em uma coisa: pedir que o secretário da prefeitura paulista se demita. “Governos existem para cuidar dos bens públicos e não vendê-los porque não conseguem fazê-lo. Qual será a próxima ideia? Leiloar o Parque Ibirapuera?”, desabafa o presidente interino da Sociedade de Amigos do Itaim-Bibi.

 Dizendo sentir saudades de Andrea Matarazzo, conseguiu salvar área na região criando o Parque do Povo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.