Instituto de Psiquiatria do HC-USP tem 16 pesquisas sobre saúde mental na pandemia

Sonia Racy

28 de agosto de 2020 | 00h50

São 16 as pesquisas em andamento no Instituto de Psiquiatria do HC – USP, todas sobre saúde mental na pandemia da covid-19. Entre elas, está a montada pelo psiquiatra Eurípedes Filho, mapeando sintomas psíquicos desenvolvidos por profissionais da linha de frente no Hospital das Clínicas.

Ela compara estudos de epidemias semelhantes, indicando que quem lida diretamente com doentes contaminados precisa de acompanhamento de “equipe de saúde funcional e de práticas terapêuticas preventivas”.

O estudo do pesquisador Frederico Leão, por sua vez, tenta compreender o uso da espiritualidade, da arte e de outros métodos que estão sendo acionados por esses profissionais da linha de frente para atravessar o momento.

Já o tema central da pesquisa de Cristiana Rocca, o sono, é investigado como fator de manutenção da saúde mental e do desempenho dos residentes da Faculdade de Medicina da USP.

Outros temas para os pesquisadores? A prática de exercício físico com foco no bem estar, o uso de plataforma digital, os efeitos do sofrimento psíquico e emocional de profissionais de saúde que trabalham com populações vulneráveis…

Com base nessas pesquisas, Instituto do HC-USP pretende testar e validar terapias e tratamentos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: