Instituições defendem MAM e sofrem retaliação nas redes

Sonia Racy

30 de setembro de 2017 | 00h05

Depois que o Masp e o Inhotim expressaram seu apoio ao MAM-SP – acusado de defender a pedofilia anteontem, após uma criança interagir com homem nu em performance – as redes sociais dos dois museus foram inundadas de ataques.

Mais de 70% dos comentários eram de repúdio ao apoio.

Unidos 2

Luiz Sobral, da Associação Paulista dos Amigos da Arte, atesta que várias organizações estão se mobilizando em apoio ao MAM. “O que se contesta é paradoxal ao que a cultura deve entregar à sociedade. É inacreditável o que está acontecendo este mês com a cultura”, diz

Diversas instituições culturais preparam um abaixo-assinado de apoio ao MAM.

Tendências: