Insistência

Sonia Racy

27 de dezembro de 2013 | 01h11

Gleisi Hoffmann não se dá por vencida. Ainda luta para fazer de Carlos Gabas, secretário executivo do Ministério da Previdência, seu sucessor.

Tem usado dois argumentos: Gabas é amigo de Dilma– foi ele quem levou a presidente para passeios clandestinos de moto por Brasília – e também não é da ala paulista do PT.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.