In loco

Sonia Racy

17 de novembro de 2011 | 23h04

Em seu discurso, anteontem, no seminário do JP Morgan, em São Paulo, Jean-Charles Naouri enfatizou que acredita no plano de negócios do Grupo tanto no Brasil como na Colômbia e na Tailândia. E que o problema societário (com Abilio Diniz) ficou para trás.

Pessoas próximas dos dois lados tentam construir solução amigável para o curto prazo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: