Imprensa britânica está enfurecida com Harry e Meghan

Imprensa britânica está enfurecida com Harry e Meghan

Sonia Racy

09 de janeiro de 2020 | 11h56


ILUSTRAÇÃO DO THE GUARDIAN DESTA QUINTA. DIVULGAÇÃO

 

Chocada, inconformada, em alguns casos furiosa, a imprensa britânica não deu tréguas, nas capas e reportagens desta quinta-feira, ao casal Harry e Meghan por sua decisão de, na prática, “demitir-se”, abandonar seus compromissos com a realeza britânica. Um dos tablóides mais vendidos, The Sun, criou o termo “Megxit”, juntando Brexit com Meghan, e comparou: “A realeza está aborrecida mas (os príncipes) Charles e William estão “pegando fogo de raiva” (incandescent). Não faltaram, é claro, comparações com o episódio da renúncia do rei Eduardo VIII, em 1936, para se casar com a americana Wallys Simpson.

O Daily Mail dedica suas primeiras 17 páginas do dia integralmente à cobertura. O Daily Express dá à cobertura o título geral de “Royal Family bombshell” — uma bomba, ou granada, na família real.  Já 0 Daily Mirror puxa todo o trabalho com a frase: “Eles sequer falaram antes com a rainha” e seu editor Piers Morgan chama o jovem casal de “pirralhos mimados”. Por fim, o Guardian incluiu na cobertura uma página especial em que faz perguntas aos leitores, pedindo que  preencham os espaços e enviem suas avaliações à redação, para que sejam usadas como material de próxima reportagem.

 

 

 

 

e

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: