Impedida?

Sonia Racy

24 de setembro de 2015 | 11h11

Uma nova “fórmula” de solução para a crise vem circulando em tribunais superiores. Segundo um jurista, seria o entendimento de que as contas de Dilma e de Temer devem ser analisadas separadamente pelo TSE — afinal, eles são de partidos diferentes.

O que daria espaço para rejeitar apenas as da presidente.