Horizonte

Sonia Racy

16 Janeiro 2015 | 01h08

Enquanto se familiariza com a Pauliceia, Renato Villela passa à equipe a “missão” que ouviu de Alckmin: “Muito trabalho, fazer mais e melhor, com menos”.

À coluna, o novo secretário da Fazenda resume: “São Paulo tem uma tradição de ajuste fiscal continuado há várias gestões. Sabemos também que, em virtude de questões macroeconômicas, a capacidade de levantar recursos pode ser afetada”.