História 

Sonia Racy

24 de fevereiro de 2016 | 01h04

Entre as relíquias do novo Memorial da Imigração Judaica, aberto ontem no Bom Retiro, estão 56 itens que revelam a prática judaica – entre eles uma “caixa de Tsedacá” de prata, de 1768. E ketubás (contratos de casamento) do séc. 19.

O museu foi concebido, pela Base 7, com um conjunto de recursos multimídia para mostrar ao visitante a iconografia de famílias e as tradições culinárias de judeus sefaradi e ashkenazi.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.