História

Sonia Racy

13 de julho de 2013 | 01h08

Três anos depois da enchente que destruiu o centro histórico de São Luiz do Paraitinga, a situação na cidade ainda chama a atenção.

A igreja da praça principal está sendo reconstruída a todo vapor; entretanto, muitas casas históricas continuam destruídas e há reclamações de moradores de que a escola foi reerguida fora do padrão de tombamento.

História 2

Maria Cristina Donadelli Pinto, do Iphan, esclarece que a escola ruiu e seria “falsear” a história reconstruí-la nos moldes do século 19.

Mesmo assim, afirma, mantiveram-se os padrões de tombamento do órgão. “A volumetria, o gabarito, o ritmo das aberturas, são iguais.”

História 3

E quanto às casas ainda destruídas? Segundo Maria Cristina, são particulares e todas ganharam projeto arquitetônico do Condephaat.

Mas o dinheiro não é público: tem de vir da iniciativa privada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.