Herança

Sonia Racy

27 de novembro de 2015 | 01h35

O Bradesco informou ontem que, dos R$ 6,7 bilhões em títulos do BTG em poder do Bradesco Asset Management, cerca de R$ 5,7 bilhões referem-se a um fundo exclusivo – de um único cotista – não aberto ao público.

Consta que o cotista é o Fundo Garantidor de Crédito. Seria resultado da operação do Banco Panamericano, feita em 2009 com o FGC.