Hélio Magalhães discorda da forma como Trump criticou o Brasil

Sonia Racy

02 Outubro 2018 | 00h50

DONALD TRUMP

DONALD TRUMP. FOTO: EVAN VUCCI/AP

Hélio Magalhães, da Amcham, discorda da forma como Trump criticou ontem o Brasil, dizendo que “o Brasil cobra o que quer”, que está entre “os países mais duros do mundo” e “trata as empresas americanas injustamente”.

Mas concorda com o princípio. “O Brasil é de fato um País fechado, responsável por 3% do PIB mundial mas com somente 1,2% de participação no PIB do comércio exterior”.

Leia mais:
Votar ‘só em mulheres’ é forma de mudar o País, diz Amyr Klink

Mais conteúdo sobre:

Donald Trump