Havana

Sonia Racy

19 Dezembro 2014 | 01h07

Ao festejar como “histórico” o 17 de dezembro, pelo acordo EUA-Cuba, a equipe que escreve no blog de José Dirceu afirma que o ex-ministro dedicou “boa parte da vida à defesa do fim do bloqueio”.

E que, “permitindo-se um momento de melancolia”, ele “reporta sua memória” aos que foram mortos pela ditadura brasileira.