Guerra política

Sonia Racy

06 de setembro de 2010 | 23h10

Mais polêmica envolvendo o exame da Ordem dos Advogados do Brasil. Depois de romper com o Cespe, da Universidade de Brasília, por suspeita de fraude, a FGV – nova contratada para elaborar as provas da OAB – está na mira do Ministério Público Estadual. O promotor Maurício Lopes enviou denúncia ao MP Federal apontando conflito de interesses visto que a FGV possui curso de Direito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.