Guerra, a continuação

Sonia Racy

30 Junho 2011 | 23h10

Assim que foi divulgada a oferta feita pela Gama propondo a fusão do Pão de Açúcar com o Carrefour Brasil, terça-feira de madrugada, a Wilkes – holding formada pelo Casino e família Diniz – mandou e-mail oficial para todos os seus conselheiros, incluindo os cinco representantes do Casino.
Entre outras, foi lembrada a proibição de negociação de ações da companhia por membros do conselho ou qualquer outra parte relacionada. Respeitando orientação usual da CVM, disciplinada por lei.
Ontem de madrugada, o Casino comunicou que comprou mais de 10% das ações preferenciais existentes no mercado nos dois dias sequentes.