Guedes teria convencido Bolsonaro de importância de apoio a CPMF digital

Sonia Racy

13 de novembro de 2020 | 00h45

Cresce a animosidade contra os bancos dentro do governo federal. Pelo que se apurou, Paulo Guedes teria convencido Bolsonaro que a aprovação da CPMF digital depende de apoio do sistema financeiro no Congresso.

Ainda segundo fontes do mercado, esse “microimposto digital”, assim como a antiga CPMF, seria cobrado cada vez que qualquer valor trocar de mãos por meio dos bancos: só transações em dinheiro vivo escapariam.

O imposto não é bem visto só pelo sistema financeiro. A iniciativa privada acha que de micro, ele tem pouco, visto que entra, de maneira extemporânea, justamente na era de taxas de juros baixíssimos – ou negativos – no mundo inteiro. Portanto, essa alíquota nova, por menor que seja, atingirá diretamente a competitividade de instituições financeiras e de empresas brasileiras.

Na soma, o imposto afeta a sociedade brasileira como um todo. Segundo as mesmas fontes, onera até folha de pagamentos – cuja manutenção de exoneração foi colocada pelo Executivo como contrapartida da aprovação da new CPMF.

Luta em campo 

A Ponte Preta vai ganhar hoje um selo de reconhecimento antirracista do Movimento AR. O time foi o pioneiro, no Brasil, ao colocar um jogador negro em campo, 12 anos depois da abolição da escravidão. No jogo de hoje, com o Brasil de Pelotas, a Ponte levará na camisa a marca da ONG, juntamente com a logo da Democracia Racial, já utilizada pelo time.

Consumo virtual 

O MASP terá lojinha virtual para chamar de sua. O Museu abre domingo a masploja.org.br.

Num primeiro momento, serão vendidas publicações editadas pelo MASP nos últimos cinco anos: catálogos, antologias e outros itens antes disponíveis somente na loja física. Estará lá o catálogo da exposição Tarsila, que, desde 2019, vendeu 7,6 mil exemplares.

 Lindas damas 

Uma das pioneiras da dramaturgia nacional, Laura Cardoso conta com depoimento de Fernanda Montenegro em sua participação no Conversa com Bial, hoje. “Somos testemunhas de 100 anos de história deste País”, diz Fernanda.

Fake news os 100 anos, né?

 Direto da Índia

A Arte de Encarar o Medo, peça dos Satyros, foi selecionada para o Red Curtain Festival. O evento, em Calcutá, começa dia 22.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: