Guedes ainda não sondou diretamente possíveis secretários

Sonia Racy

10 Outubro 2018 | 00h55

PAULO GUEDES

PAULO GUEDES. FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Paulo Guedes, segundo rezam executivos do mercado financeiro, ainda não sondou diretamente possíveis nomes que poderão compor seu eventual secretariado – bastante ampliado pela extinção de ministérios – que o apoiaria no Ministério da Fazenda.

Desconfia-se, entretanto, que sua mira está mais para o lado da FGV e do Ibre, onde tem antigos colegas de confiança, do que para integrantes do mercado.

Leia mais notas da coluna:
Bolsonaro dificilmente terá aval médico para rodar o Nordeste
Guedes ainda não sondou diretamente possíveis secretários