Grupo de pais discute reabertura das escolas com o secretário estadual da Educação

Sonia Racy

15 de dezembro de 2020 | 00h50

JOÃO DORIA. FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

JOÃO DORIA. FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO

O grupo de pais Escolas Abertas – criado há duas semana – teve ontem uma reunião com Rossieli Soares, secretário de Educação do Estado.

Segundo Lana Romani, porta-voz do movimento, o secretário se disse totalmente a favor do pleito do grupo: que as aulas voltem, tanto em escolas particulares quanto públicas. “São Paulo é uma das únicas cidades do mundo em que as escolas estão fechadas. Só esperamos que a Prefeitura veja isso e siga o Plano SP na educação, como seguiu em todos os outros segmentos”, afirma.

Abaixo-assinado com mais de 30 mil assinaturas pressiona pela volta das aulas. Problemas como depressão e aumento da obesidade em crianças são alguns dos pontos colocados pelos pais.

Defesa verde

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) lança hoje o livro Em Nome da Vida na Floresta – relato detalhado do trabalho realizado na pandemia com comunidades ribeirinhas e indígenas de regiões remotas da floresta.

Foram vários meses de trabalho reunindo quase 110 parceiros e atendendo mais de 300 mil pessoas, – ajuda tanto financeira como material, como forma a prevenir e combater a covid-19.

Linha de frente

O movimento Mulheres do Brasil lança hoje campanha nacional pela vacinação urgente. “É preciso que nós façamos a nossa parte, reivindicando o nosso direito pela vida e pela saúde”, justifica Luiza Trajano, criadora do grupo.

Mais falada

Luto, Resistência, Desamparo, Isolamento, Queimada, Saudades e Antirracismo são as finalistas da Palavra do Ano 2020, escolha a ser anunciada na quinta-feira pela Cause e Ideia Big Data. Foram escolhidas por um júri de 14 pessoas que vão desde Ilona Szabó até o ativista Ad Junior.

Mais falada 2

Na segunda etapa, estrategistas e sócios da Cause fizeram uma combinação entre as palavras ou conceitos. Por fim, a palavra do ano será definida por votação popular na internet.

Posicionamento

Redes sociais cobraram, Itaú/ Unibanco reagiu. O banco anuncia essa semana que negros compõem metade dos trainees aprovados este ano e as mulheres, mais de 60% do grupo.

A instituição financeira garante que aprimoramento do processo seletivo veio para ficar.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.