Grupo de empresárias ajuda USP a reformar Museu do Ipiranga

Sonia Racy

13 Dezembro 2016 | 11h39

Marco Antonio Zago, reitor da USP, e Luiza Trajano, do Grupo de Mulheres do Brasil, firmaram compromisso: o GMB vai buscar recursos na iniciativa privada para financiar uma reforma do Museu Paulista – conhecido como Museu do Ipiranga.

Como vai funcionar? A universidade define o projeto, especifica as tarefas e o GMB vai atrás do dinheiro e se encarrega de acompanhar o andamento da obra, que deve durar em torno de três anos e meio.  

“O propósito específico é obter os fundos e entregar a obra pronta”, diz Raquel Elita Preto do Comitê de Cultura do grupo. Do encontro em que se acertaram os detalhes participou também a diretora do museu, Solange Ferraz de Lima.