Grito de socorro

Grito de socorro

Sonia Racy

06 de abril de 2014 | 01h02

Bia Doria (Foto: Martin Szmick)

Bia Doria está a todo vapor. A artista plástica tem se dedicado à preparação de uma mostra para o Bayfront Park, em Miami. A convite de Gary Nader, levará, em novembro, 10 de suas esculturas para o luxuoso centro de compras. A exposição, a céu aberto, fará parte da Art Basel Miami Beach, que acontece em dezembro. Até lá, Bia cuidará de cada detalhe das obras criadas a partir de árvores nativas resgatadas em queimadas, desmatamentos e fundo de rios – desta vez, com um toque especial: a cor vermelha. “Representa um grito de socorro à preservação do meio ambiente”, diz. Para chamar ainda mais atenção, Bia faz questão de ter, em sua instalação, um espaço com informações sobre como o Brasil tem lidado com a questão ambiental.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.