Grilhões

Sonia Racy

16 de agosto de 2013 | 01h10

A ONU decidiu pressionar o Brasil. Enviou carta ao Senado pedindo urgência na aprovação da PEC do Trabalho Escravo. Na mensagem, Gulnara Shahinian, relatora da organização, chega a citar, como exemplo a ser seguido, proposta aprovada do deputado Carlos Bezerra, determinando fechamento de empresas paulistas flagradas com trabalho escravo.

Grilhões 2

Aprovada na CCJ do Senado no final de junho, a PEC será analisada agora por uma comissão especial. Determinação de Renan Calheiros.

Tendências: