Grifes à vontade

Grifes à vontade

Sonia Racy

02 de agosto de 2015 | 01h25

Foto: Iara Morselli/Estadão

Vestir, desvestir e variar à vontade: essa é a experiência, garantida por mais de 2.500 modelos, para quem procura vestidos de grifes nacionais e internacionais e resolve testar o que aprenderam, dessa arte, as sócias Mariana Penazzo e Bárbara Diniz Almeida. Donas de uma startup de aluguel de vestidos que funciona tanto fisicamente, na Vila Olímpia, quanto online – a Dress & Go –, elas contam como chegaram lá. “A ideia surgiu quando precisei de um vestido para ir a um casamento e fui fuçar na internet”, lembra Mariana. “Descobri um site americano que alugava vestidos de grandes estilistas. Na hora me deu o clique: era isso que faltava no Brasil”. Bárbara completa a história: “Fizemos administração e trabalhamos por um tempo no mercado financeiro – mas já pensando em abrir algo nosso”. O negócio, criado há três anos, faturou R$ 3 milhões em 2014.

Tendências: