Green

Sonia Racy

01 Julho 2015 | 01h14

É pouco ambicioso o compromisso anunciado ontem por Dilma, no encontro com Obama, de reflorestar 12 milhões de hectares de florestas até 2030. A avaliação é de Adriana Ramos, do Instituto Socioambiental. “Empurrar para 2030 o desmatamento zero significa que até lá conviveremos com o desmatamento ilegal?”

Mas o acordo tem coisas boas, avisa. E destaca a prometida cooperação Brasil-EUA na gestão do risco à segurança alimentar. “É uma admissão clara de que o atual modelo de produção de alimentos no País conflita com a boa política ambiental.”

Green 2

Para Marcia Hirota, da SOS Mata Atlântica, o compromisso do Brasil com o desmatamento ilegal zero é mais que urgente.

Mas ela acha que a meta de Dilma está aquém do ideal. “Conseguimos o compromisso de 15 dos 17 Estados da Mata Atlântica para zerar o desmatamento ilegal até 2018.”

E mais: “Existe também um pacto pela restauração florestal do bioma de 15 milhões de hectares até 2050”.