Tucanos levam 20 mil cédulas como garantia para as prévias municipais deste domingo

Sonia Racy

27 de fevereiro de 2016 | 01h46

Ainda que estejam previstas urnas eletrônicas nas prévias do PSDB à Prefeitura de SP, neste domingo, o partido preparou quase 20 mil cédulas de papel para conferir a contagem em caso de pane. Cerca de 27 mil filiados podem votar, entre 9 e 16 horas — e as cédulas devem ser utilizadas pelo eleitor, depois do voto eletrônico, como garantia.

Assim, os tucanos põem em prática uma posição que defendiam na ultima eleição presidencial, quando seu candidato Aécio Neves, derrotado, recorreu à Justiça para tentar uma checagem dos votos.

As 20 mil cédulas representam um otimismo do partido? “Se chegar nos 10 mil votos vou ficar muito satisfeito. É um bom número para uma eleição não obrigatória”, analisa Mario Covas Neto.

Nas prévias passadas, 6,5 mil militantes foram às urnas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.