Governo federal discute publicação da ‘lista suja’ do trabalho escravo

Sonia Racy

01 de fevereiro de 2017 | 16h03

Alexandre de Moraes, ministro da Justiça, e Flavia Piovesan, secretária de Direitos Humanos da Presidência, se reúnem nesta quarta-feira com Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho, para discutir a publicação da chamada “lista suja” do trabalho escravo.

O juiz Rubens Curado Silveira, da 11.ª Vara do Trabalho de Brasília, manteve na segunda-feira, 30, a liminar que obriga o governo federal a publicar em até 30 dias o Cadastro de Empregadores flagrados com mão de obra análoga à de escravo.

“Estamos empenhados para publicar esse lista porque julgamos ser um instrumento eficaz e reconhecido internacionalmente na prevenção e combate ao trabalho escravo. Proibição da tortura e proibição da escravidão são direitos absolutos nos direitos humanos”, afirmou Flavia à coluna.  

Tendências: