Governo Federal amplia assistência do Hospital das Forças Armadas ao presidente Jair Bolsonaro

Governo Federal amplia assistência do Hospital das Forças Armadas ao presidente Jair Bolsonaro

Sonia Racy

25 de setembro de 2020 | 00h40

O presidente Jair Bolsonaro. Foto: Adriano Machado/Reuters

Mi casa… 

Se o Hospital das Forças Armadas, em Brasília, sempre esteve de portas abertas para Jair Bolsonaro – inclusive realizando sua segunda cirurgia de vasectomia em janeiro deste ano –, agora estende seus braços para fazer convênios com outros hospitais no atendimento do presidente, vice e dependentes. Saiu no DOU portaria interministerial de nº 3.073 regulamentando os convênios na hipótese de não existência dos recursos exigidos ou de impedimento temporário para atendimento pelo HFA. 

 …su casa 

Consultado, o Ministério da Defesa explicou que pode-se firmar, em qualquer cidade do País, convênios, contratos e outros instrumentos congêneres necessários ao atendimento da presidência. O HFA ficará responsável pela gestão dos convênios com os hospitais. As despesas serão ressarcidas por conta das dotações orçamentárias da presidência e da vice-presidência da república. 

Surpresa 

Houve forte aumento no faturamento e na quantidade de livros vendidos em setembro de 2020. Pelo menos é o que Sindicato Nacional dos Editores de Livros descobriu em parceria com a Nielsen. 

Foram vendidos 4 milhões de exemplares entre os dias 10 de agosto e o último dia 6. Já em setembro do ano passado, foram vendidos 3,19 milhões de livros. Quando se compara agosto a setembro de 2020 o crescimento foi de 27,4% em volume e 23,6% em valores. Além da reabertura das lojas física, o resultado veio das vendas online. 

Ajuda 

Christian Blanco organizou expedição com o amigo Alexandre Soares, fundador da ONG “Patas pra Você” – que está atuando na tragédia do Pantanal por meio do Grupo de Resgate de Animais em Desastres. 

Apoiarão equipe de 15 veterinários, brigadistas e auxiliares de veterinária. 

Sobre verdades

O ensaio online da peça A Pane, de Friedrich Durrenmatt, acontece hoje para convidados da Conjur. Ela “é uma paródia de algo que não existe, a justiça”, explica o ator do elenco Oswaldo Mendes. Em tempo: Haverá bate-papo após o espetáculo. 

Recomeçando 

Trancoso aposta na arte popular brasileira. Maristela Gorayeb, arquiteta e curadora da Divino’s, abre, em outubro, a mostra Mestres do Brasil que vai até janeiro de 2021. Participam Luiz Benício, Zé Bezerra e Neguinha.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: