Governo Doria aciona base aliada para votar hoje a reforma da previdência

Governo Doria aciona base aliada para votar hoje a reforma da previdência

Cecília Ramos

18 de fevereiro de 2020 | 14h28

VICE-GOVERNADOR RODRIGO GARCIA REUNIDO NO PALÁCIO COM LÍDERES DA BASE ALIADA DA ALESP

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) convocou sessão extraordinária hoje às 19h para retomar a votação do projeto que trata da reforma da previdência, segundo informou o líder do Governo Doria, Carlão Pignatari (PSDB). O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, derrubou hoje cedo a liminar que barrava a tramitação da PEC 18/2019, parada há quase dois meses.

Às 8h de hoje, o governo convocou os líderes de partidos da base para uma reunião hoje no Palácio dos Bandeirantes (foto acima). O encontro foi comandado pelo vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia.

“A expectativa do governo é aprovar a PEC 18 em primeira votação hoje, seguir com a segunda discussão amanhã e se possível, já aprovar”, afirmou Pignatari. Os governistas têm pressa por conta do Carnaval. E precisam de 57 votos.

A PEC 18 teve sua tramitação paralisada em dezembro do ano passado após o Tribunal de Justiça de São Paulo conceder liminar ao mandado de segurança impetrado pelo deputado estadual Emídio de Souza (PT). O presidente da Alesp, Cauê Macris (PSDB), recorreu da decisão no STF.

A oposição tentará obstruir a votação de hoje, pois defende outra proposta. Já o governo, tenta aprovar a PEC para levar o PLC (projeto de lei complementar) ao plenário. E só assim terá uma reforma da previdência própria.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: