Gols para a paz

Redação

16 de junho de 2009 | 08h05

A agenda cheia da CBF impediu que Lula realizasse um sonho antigo: que a Seleção Brasileira jogasse na Palestina uma partida em nome da paz, nos moldes do amistoso do Haiti.

No entanto, o presidente arrumou uma saída. Deve ir ao clássico que lá disputarão Flamengo e Corinthians, ainda este ano.

Veja também:
mais imagensCaetano Veloso estreia show Zii e Zie no Credicard Hall
mais imagensCia. de Dança leva espetáculo para o palco do Teatro Sérgio Cardoso

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: