Golpe novo na praça

Redação

07 de dezembro de 2008 | 06h00

O ladrão liga para a vítima com discurso dos operadores de telemarketing. Diz que é do departamento de segurança de um cartão de crédito, revela seu número de identificação funcional e pergunta se ela fez determinada compra.

Diante da negativa, o “atendente” informa que o cartão foi clonado, que vai emitir novo e pede todos os dados do cliente. Simples assim…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: